Condomínios não são mais seguros

Nova modalidade de roubos a prédios coloca em alerta condôminos de BH....


Uma nova modalidade de roubos a prédios na capital está assustando condôminos de  Belo Horizonte, sobretudo os moradores de edifícios localizados na região Nordeste da cidade. Trata-se da atuação conjunta entre ladrões, sendo que um indivíduo descarrila o portão da garagem dos edifícios, desliga o sistema de alarme, confere o que tem para roubar e vai embora. Mais tarde, já com o plano esquematizado e com a entrada facilitada, retorna com um comparsa e leva os bens previamente escolhidos.
A denúncia chegou até o Bhaz, nessa sexta-feira (15), através do relato do morador de um edifício localizado na rua Itamaracá, no bairro Concórdia, na região Nordeste da capital.
De acordo com o condômino, um indivíduo entrou no prédio, na última quinta-feira (14), por volta das 23h, ao suspender e tirar dos trilhos o portão da garagem. Em seguida, já com o sistema de alarme do portão danificado, ele conseguiu entrar nas dependências do prédio mas foi embora sem levar nada. Mais tarde, durante a madrugada, o indivíduo retornou ao edifício, junto de um comparsa, e levou bicicletas, capacetes dentre outro itens que estavam guardados na garagem do edifício.
Segundo o morador, ao denunciar o caso à Polícia Militar, os militares afirmaram ter registrado um caso semelhante, há poucas horas, no bairro da Graça, na mesma região. A Polícia Militar foi procurada pelo Bhaz, no entanto não confirmou que uma quadrilha esteja agindo no local.
No entanto, a reportagem teve acesso a um áudio retirado de um grupo de WhatsApp dos condôminos da região Nordeste de BH, no qual um proprietário de uma construtora afirma ter registrado dois crimes similares em prédios localizados no bairro Colégio Batista, também na mesma região da capital.
“Dois prédios meus foram roubados dessa mesma forma. Isso deve ser uma quadrilha que está atuando na região. Na semana retrasada foi um prédio na rua Alvares de Azevedo, onde roubaram uma moto e os pneus de quatro carros”, diz um trecho do áudio.




Comentários (0)


Deixe um comentário